sábado, 3 de novembro de 2012

Foi o ovo? Uma ova! Sylvia Orthof

Essa história de Sylvia Orthof é muiiitO legal! 
Reconto com muito carinho para minha querida aluna Stefanne Cristina... Fique bem. =D

Vem navegar no rio da nossa história
Vamos voar
Daqui pra outro lugar
Se você guardar tudo na memória
Para seus amigos você pode recontar.
Um dia, uma gorda galinha chamada sinhá Penosa, pôs um ovo muito novo de nome Claro Gemão. Ah, esse ovo era meio... meio metido a machão. Vê se pode! Nasceu usando bigode, ainda recém nascido tomava ares de galo. É... gritava o desordeiro:
"Sou o rei do galinheiro! Falo, grito e não me calo, o ovo nasceu primeiro."

O sol ouviu lá de cima e balançou a sua crina de cabelos faiscantes e falou danado:
"Humm, que ovo mais mal criado! Os tempos andam mudados."

O ovo, o Claro Gemão, deu um pulo pro poleiro se gabando e repetindo:
"O ovo nasceu primeiro, falo, grito e não me calo. Eu canto igual ao galo: cocoricóóó!!! Vejam só! Vejam meu cocoricó!"

A galinha ouviu e disse: 
"Humrum... Foi o ovo? Uma ova! Deixe de tanta tolice. Fui eu quem nasceu primeiro, sinhá Penosa, a galinha, rainha do ga-ga-galinheiro."

Uma vaca que ia passando chicletando seu capim, parou e pensou assim:
"Muuuu...Mas antes de ser galinha, toda galinha foi um ovo! Muuuu... todo ovo foi galinha! Preciso pensar de novo."

Veio o galo com sua crista, coroa muito ouriçada, manto de rei emplumado, tirando lá do poleiro o tal ovo levado.
"Fui eu quem nasceu primeiro! Oh, filho Claro Gemão, vais aprender a lição! Palmadas pra que te quero! Já chega de lero-lero, vou bater no seu traseiro, pra ver quem nasceu primeiro!"

O bumbum do Claro Gemão, parece... ficou rachado! Mas insistia o danado, o ovo gritava assim:
"Fui eu quem nasceu primeiro, falo, grito e não me calo! Não tenho medo do galo, ninguém vai mandar em mim..."

Humm, xiiii. A galinha senta em cima do tal ovo esguelado. Aí, no choco chocado, o ovo mexe,  pópópó...remexe, pópópó... quase vira omelete!

"Falo, grito e não me calo! ... "

"Psiu! Foi o ovo? uma ova! Fui eu quem nasceu primeiro, sua mãe, sinhá Penosa, rainha do ga-ga-gaalinheiro."

À noite, no galinheiro, todos dormem num só ronco. De repente, ouvi-se um estalo!!!
Crás! Crec! 
A casca do ovo se quebra e nasce um pinto pelado muito esganiçado dizendo:
"Falo, grito e não me calo! Não digo nada de novo. Antes de ser galinha minha mãe foi um ovo!"

Lá no galinheiro, passa o tempo... passa dia... passa noite...

Foi o ovo? Foi a galinha?

Foi a galinha ou foi o ovo?

De repente veio um recado voando muito apressado no bico de uma pombinha. 
Adivinhe! É pra você... Stefanne.
Agora tem que responder...

QUEM FOI QUE NASCEU PRIMEIRO: FOI O OVO OU A GALINHA?

????????
 Hum... foi o ovo? foi a galinha?
... =D

Beijocas 
Prô Nina

Nenhum comentário: